Flá @ 00:05

Qua, 31/12/08

 

              (Quem me contou esta história disse que havia mesmo acontecido…fiquei enternecida e encantada.)
 
               
Esta é mais uma história de encantar, mas esta aconteceu mesmo…é a história de um príncipe indiano e de uma princesinha que usava sapatinhos de boneca e que andava sempre de fita cor-de-rosa…
 
Perdida do mundo e de si mesma, caminhava, sem destino…ao contrário dos outros que procuravam com todas as forças recuperar um Deus que os havia abandonado, ela sabia-o lá, talvez desatento, talvez a mostrar-lhe que um caminho sem direcção levaria sempre a algum lugar, afinal, um caminho será sempre um caminho e levará sempre a algum lugar…para todos os outros era inútil, a incredulidade resistiria mais que a fé porque se apoia nos sentidos. 
 
Conheceram-se num acaso, reencontraram-se num acaso…por vezes as coisas acontecem porque não há como lhes fugir, acontecem porque tem de ser, nem tudo tem de ter uma explicação, as palavras não abraçam tudo, são finitas e não há como inventá-las novas de cada vez que elas nos falham, de cada vez que elas se gastam…eu nunca saberei definir com perfeição sentimentos, sensações, pessoas…
 
Ninguém sabe ao certo quando se apaixonaram, certo é que desde que se reencontraram não mais se largaram, talvez se tenham apaixonado na primeira conversa, talvez tenha sido um amor à primeira vista, os amores à primeira vista são mais que paixões, e, existem mesmo.
 
Nunca tinham andado juntos…ficaram espantados com a facilidade com que se acompanhavam, como se se conhecessem desde sempre, como se nunca tivessem caminhado sem se acompanharem, sentiam um prazer novo de amar como nunca antes, como se tivessem nascido no dia em que se conheceram e se amassem desde então, quando estavam juntos, olhos nos olhos, nada deste mundo ou do outro lhes interessava…
 
Era uma vez, um príncipe indiano e uma princesinha que usava sapatinhos de boneca e fita cor-de-rosa que viveram muito felizes, e conseguiram uma história digna do que eram…tinham já uma história como todos os outros príncipes e princesas, mas o que lhes importava não era isso, shhhh…
 
 
(Bom dia, esta é a história de encantar que tenho hoje para te contar.)


Afonso @ 00:21

Qua, 31/12/08

 

Nunca tinha ouvido esta história em mais lado nenhum, Princesa. E penso que nunca ouvirei algo assim tão perfeito. Asseguro-te, no entanto, que a realidade ultrapassa inenarravelmente qualquer sonho ou ficção sobre esse príncipe indiano e a sua Princesinha. Antes de os conhecer não acreditava no conceito de perfeição, não passava de um mero conceito abstracto, um mero exercício de filosofias caducadas. Não podia estar mais enganado. E a verdade é que com Eles aprendi que tudo o que eu julgava saber estava errado. Com Eles aprendi a ver o mundo de uma nova forma.

Beijinho, Princesa.


Flá @ 01:05

Qua, 31/12/08

 

Esta história faz parte do grupo das histórias reais nas quais se topa logo, numa primeria leitura, que são mesmo reais, shhh...

Todos têm inveja de uma história destas, eu também teria ^^

Beijinho, Afonso

Nya @ 22:48

Qui, 01/01/09

 

O meu primeiro comentário nesta tua "nova casinha" :) mudaste de morada mas não perdeste a qualidade, fico muito contente por isso e, principalmente, por saber que a sua "inauguração" marca também a inauguração de um novo (e melhor!) periodo de ti mesma. E deixa-me dizer-te que fico ainda bastante mais contente por saber que esta linda história que contas é baseada em factos reais ;) espero que o seu desenrolar seja tão (ou mais, se for possivel) mágico como o seu inicio e quanto ao final não me vou pronunciar pois na verdade espero que seja uma história deliciosamente interminável. :)
Beijinho para ti, Princesa


Flá @ 20:02

Sex, 02/01/09

 

Olá Nya =)

Fico contente por me teres visitado nesta minha nova morada, sabes que serás sempre muito bem recebida, à semelhança do que acontecia no meu antigo palácio, para ti mando colocar os tapetes vermelhos ^^

Tenho para mim que o que verdadeiramente lhes interessava, é o facto de olherem o futuro e não verem um fim, a simples ausência de fim deixa-os ainda mais extasiados com tudo...não vêm um fim, nem bom nem mau, não há, simplesmente um fim.

Beijinho grande Nya**

Nya @ 22:51

Qui, 01/01/09

 

Ah! É verdade... Bom Ano. com tudo do melhor :)*


Flá @ 22:28

Sex, 02/01/09

 

Faço meus os teus votos, beijinho =)*

J12 @ 16:24

Sex, 02/01/09

 

Pois é! Simples e encantadora... As maravilhas das pequenas coisas das vidas são resumidas nisto em simples sinceras palavras.
Um sorriso, um olhar, um abraço e um beijo é o suficiente para superar a solidão de uma vida inteira.
Pois é, parei de publicar o escrevia, guardo, com receio que me arrependa de deitar fora. mas sempre que tenho um blog farto-me dele, e começo a odiá-lo. E é assim... é que como ando a crescer um bocadinho de cada vez, sempre que mudo de opiniões, sempre que conto mais um episódio de um amor platónico, sinto que estou a contradizer o que já escrevi anteriormente.


Flá @ 22:36

Sex, 02/01/09

 

As pessoas cansam-se das coisas, mudam de opinião, às vezes contradizem-se, mas têm uma boa razão para o fazerem, o ser-se humano implica tudo isso.

Não deites fora, não rasgues o que escreves, ou arrepender-te-ás...eu já o fiz e já me arrependi, ainda assim, continuo a faze-lo por puro mau feitio, mas não sou exemplo.

Podes sempre criar blogs diferentes para diferentes etapas da tua vida ^^

beijinho, obrigada pela visita, sabes que tenho aqui sempre um chazinho para ti.

Bom ano, querida.


estreladosul @ 15:30

Seg, 05/01/09

 



Não conhecia a história, mas é linda.

Um Ano Novo cheio de benesses.

Uma linda semana

Bjinho amigo

Mario Rodrigues


Flá @ 00:20

Ter, 06/01/09

 

Muito obrigada pela visita, é sempre bom receber antigos amigos.

Espero que tudo lhe corra na perfeição neste novo ano.

Beijinho**


dolce_vita @ 00:05

Ter, 06/01/09

 

Gostei do novo espaço,sempre com textos de muito sentimento e qualidade.E a história é a que todos gostariamos de viver,atinjir a perfeição...
Desejo-te um ano cheio de muitas alegrias e paz.Voltarei a visitar-te
bj
RS


Flá @ 00:31

Ter, 06/01/09

 

É sublime a sensação de que a realidade ultrapassa o sonho, e, eu acredito que é mesmo possível .

Obrigada por visitar o meu novo espaço, tenho dito, e, é mesmo verdade, é bom voltar a receber os amigos, é sempre bom voltar a ouvir as palavras amigas que têm a dar-nos e a critica que têm a fazer-nos, independentemente, de ser boa ou má.

Que este novo ano lhe traga tudo de bom e que consiga alcançar todos os propósitos a que se propõe

As minhas "portas" estarão sempre abertas de par em par para a receber.

beijinho**


poetaporkedeusker @ 01:45

Ter, 06/01/09

 

Um beijinho para ti, Princesa! Obrigada por me mostrares o teu novo endereço. :)


Flá @ 02:00

Ter, 06/01/09

 

Tinha de o fazer, lembro-me de se ter queixado, quando anunciei o fim do "Sou uma pinxexa linda!", da largura imensa das ruas da blogosfera , da largura das ruas onde se desencontram os amigos.

beijinho**


poetaporkedeusker @ 02:11

Ter, 06/01/09

 

Pois foi! Eu lembro-me! eheheh
beijinho!


daplanicie @ 15:18

Sab, 10/01/09

 

Uma história linda e perfeita como deviam ser todas! Beijinhos e votos de um BOM ANO 2009. Que ele te traga tudo o que desejes!

Dezembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

22
23
24
25
26
27

28
29
30


favorito

Uncensored

Pesquisar