Flá @ 00:00

Sab, 14/11/09

 

    Quem mais que tu me faz rir, rebolar e espernear ao mesmo tempo? Só tu me atacas as secretas cócegas que apenas tenho no pescoço e nem sempre. Só tu reparas na forma como desenho a letra f. Só tu vais a correr ver o meu blogue sempre que o actualizo.

 

    Que outros olhos reparariam em mim? Nos meus cabelos. Nos meus olhos. Nas minhas sardas. Nas minhas mãos pequenas. Que outros olhos seriam capazes de reparar em mim? Só os teus olhos vêem os meus cabelos caramelo, como só tu lhes chamas. Ou os meus olhos verdes. Só eles conseguiram, no primeiro encontro, reparar nas sapatilhas de criança com flores que eu calçava. Só tu o dirias alto. Apontando e rindo. Para além de ti não há ninguém, ninguém, capaz de me ature atentamente o bracejar constante que não largo enquanto falo. Enquanto, chatarrona, não me calo.

 

    Foi contigo que aprendi a reconhecer o som do baixo em todas as músicas. Foste tu, o único, a ver comigo todos os filmes que me fazem chorar. Foste tu quem foi descobrir mais e mais filmes de fazer chorar. És tu quem me afaga o cabelo. Quem me abraça enquanto ranhosa e envergonhada tento esconder no teu abraço as lágrimas e os olhos vermelhos.

 

    Quem mais que tu me perguntaria com genuína preocupação como consigo eu respirar com um nariz tão pequeno? Mais ninguém para além de ti, dos teus olhos, dos teus braços faz tanto pela minha felicidade. Por uma lágrima. Por um sorriso. Por mim.

 

Quem mais que tu me faz feliz?


 

Ninguém!

 

 

 

Parabéns =)


 

 

 


P.s. Obrigada por me fazeres sentir tão especial e, realmente, importante.

 

 




Kai @ 10:26

Sab, 12/12/09

 

Acredito que seja quase impossivel alguém ler este post e não sentir uma pontinha de inveja... isso é mesmo amor! Amor com A grande! Mas para além da sinceridade das palavras que escreveste, gostei do facto de teres feito referência às pequenas coisas (é o que mais me agrada em tudo), especialmente quando dizes: "Quem mais que tu me perguntaria com genuína preocupação como consigo eu respirar com um nariz tão pequeno?"

Espero que, como tudo dizes, que envelheçam juntos.

Bju :)


Flá @ 00:18

Sex, 22/01/10

 

Deves ser a única pessoa para além da minha mãe que ainda lê o meu blog...mas como até ela diz que estou gorda a coisa já não deve estar nada famosa para os meus lados. Tenho que me empenhar mais nas confições ao deitar. Ando com uma crise de perguicite agudíssima Mas voltarei em breve e com mais facetas

Beijinho, Sr. doutor

P.s. A minha mãe não lê o meu blog se não tinha um ataque cardíaco ao ler certas coisas


Kai @ 11:18

Ter, 26/01/10

 

Sabes quando é que há muita preguicite aguda? Na altura de exames como esta! Claro que leio o teu blog, com as coisas que tu escreves, fico a sonhar com momentos titanic.. lol

E não, não tás nada gorda! Olha para ti: estás é formosa!

Bju

De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Novembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


favorito

Uncensored

Pesquisar